Cineclubeolhao.com não está mais disponível aqui. Por favor, tente facebook.com/clubecinemaolhao em vez disso.

O Cinema Português

O cinema português está neste momento numa verdadeira encruzilhada que poderá decidir o seu destino.

Apesar de uma tradição rica de filmes, atores e realizadores de altíssima qualidade, a verdade é que a produção cinematográfica em Portugal nos tempos que correm está a um nível que leva o renomado realizador António-Pedro Vasconcelos a dizer que o cinema português é "irrelevante".

A situação atual e possíveis soluções

A propagação e desenvolvimento de diferentes canais de transmissão e plataformas alternativas de produção audiovisual está a afastar o público dos cinemas.
No entanto o interesse pelos filmes continua a existir. E não só pela visualização dos mesmos como também pela sua realização.

Os vários cursos de cinema e os seus complementares, assim como os cursos de representação, continuam a atrair jovens (e alguns menos jovens) esperançados num futuro diferente, de sucesso e com qualidade.

A solução parece assim estar na forma como o cinema português chega ao público desejado.
Portugal e os produtos portugueses são atualmente muito populares, como se pode observar pelo número de turistas estrangeiros e pelos grandes eventos organizados no país, e esse facto poderá trazer mais atenção e investimento (muito necessário) na indústria cinematográfica.
Um investimento significativo, aliado ao entusiasmo e qualidade muitas vezes demonstrado em festivais internacionais por atores e realizadores portugueses, poderá ser a chave para fazer com que as principais estações de televisão apostem no cinema português.

E é na televisão que reside a solução. Porque a televisão é atualmente o meio privilegiado escolhido pelos portugueses para verem cinema.

Se as estações televisivas perceberem que o produto tem qualidade, então irão começar a transmitir (novamente) o bom cinema português.